Situe-se :

Notícias de Teresópolis

Publicada em 19/08/2016


Ex-Cirque du Soleil, diretor Gustavo Lobo traz espetáculo 'Rudá, um sonho real' para o Sesc Teresópolis

O espetáculo mistura linguagem teatral com dança e acrobacias aéreas para mostrar o lado mais lúdico da infância. Gustavo Lobo representou o Brasil na ginástica nas Olimpíadas de Moscou (1980)



Após dois meses de temporada com grande sucesso no teatro Oi Casa Grande, no Rio de Janeiro, “Rudá, um sonho real” entra em turnê por diversas capitais brasileiras (Belo Horizonte, Salvador, Recife, Aracaju, Belém, Porto Alegre, Curitiba, Goiânia, Brasília, entre outras) até o fim do ano. Mas antes, passa pelo Sesc Teresópolis, neste sábado, 20/8, dentro da programação do Festival Sesc de Inverno. A sessão será às 21h e os ingressos custam entre R$ 5 e R$ 20.
 
Primeiro espetáculo circense do diretor Gustavo Lobo, da Cia Rudá, de Santos, a peça é inspirada em brincadeiras infantis como amarelinha, esconde-esconde, pião e pipa. E também no tempo em que crianças brincavam na rua até o anoitecer, sem pressa, sem compromisso, fazendo da infância sinônimo de brincadeira.
 
O tema é desenvolvido através da união da dramaticidade do teatro com a sutileza da acrobacia aérea, a suavidade da dança e com um intenso trabalho atlético e corporal. Todos os ingredientes que resultam da experiência de dez anos de trabalho de Gustavo Lobo com companhias internacionais como o Cirque Du Soleil, Cirque Eloize, Teatro Sunil, entre outras.
 
A narrativa é conduzida por oito personagens que contam a riqueza de suas lembranças e o quanto era divertido um simples jogo de taco até a hora do jantar, remetendo à época que não éramos perseguidos pelo relógio. O espetáculo propõe ao público um resgate de uma infância remota, fazendo um contraste entre as gerações das brincadeiras que tomavam conta das ruas e as virtuais que não precisam sair de casa.  90 minutos. Classificação livre.
 
A COMPANHIA RUDÁ
Foi a concretização do sonho do diretor Gustavo Lobo. Ele passou boa parte da infância pulando de um a outro telhado na cidade de Santos. Até entrar na ginástica olímpica e fazer parte da equipe brasileira, representando o país nas Olimpíadas de Moscou. Lá foi descoberto e levado para o Cirque du Soleil, onde participou do processo de criação do espetáculo “Corteo”, o primeiro a misturar o teatro com as acrobacias.
 
Cinco anos mais tarde foi convidado por Daniele Finzi Pasca, diretor do espetáculo canadense, a participar de uma nova criação, o “Nebbia”, dessa vez de sua companhia Suíça Teatro Sunil, em coprodução com o Cirque Eloize, do Canadá. Mas depois de dois anos e meio viajando o mundo com o espetáculo, voltou para o Soleil, onde ficou por mais três anos no espetáculo La Nouba, dirigido por Franco Dragone. Mas a saudade bateu mais forte e Gustavo resolveu colocar em prática o grande sonho de montar a sua própria companhia, trazendo para o Brasil todo o estudo e aprendizado ao longo desses 10 anos.
 
 
AINDA NESTA SEXTA – 19 DE AGOSTO
ARTES CÊNICAS
PEÇA ESTÚPIDO CUPIDO
19H30
Com texto de Flávio Marinho, e elenco liderado pela atriz Françoise Forton, e direção de Gilberto Gawronski. Na trama, Tetê, ex-miss e, agora, atriz famosa, convencida por sua melhor amiga, aceita o convite para a festa dos "antigos" da escola e nela reencontra, não só pessoas, mas momentos bons e ruins da época, vividos por rivais, ex-marido e antigas paixões. A memória é a peça-chave de todo enredo.
 
MÚSICA
RAEL E PAULA LIMA
20H30
Preparando novo disco para este ano, Rael começa agora a se despedir da turnê “Diversoficando”, cujo show tem direção artística do próprio rapper. A base do repertório é o mais recente trabalho, de faixas como “O Hip Hop É Foda parte 2”, “Hoje É Dia de Ver” e, é claro, “Envolvidão”. No novo show, Rael mantém o time que o acompanha Brasil afora: DJ Soares, Felipe da Costa, Rafael da Costa, Bruno Dupré e Bruno Marcucci. Além da participação da cantora Paula Lima que tem como marca registrada seu suingue soul singular.
 
PALESTRA
"A EVOLUÇÃO DO AMOR E DO SEXO NA CANÇÃO BRASILEIRA"
18H
Em sua palestra, Rodrigo Faour realiza um panorama das mudanças de costumes na sociedade brasileira do século XVIII até os dias de hoje pelo viés da música popular brasileira. Em pauta: a sensualidade, o erotismo, a dor-de-cotovelo, os preconceitos sexuais, o machismo, o feminismo, o terceiro sexo e as transgressões comportamentais nas letras das nossas canções, nas danças, na imagem dos artistas e na ótica da própria indústria cultural. Para ilustrar esta gama de assuntos, o autor do livro “História sexual da MPB” ilustrará suas aulas com vasto material iconográfico, incluindo vídeos e entrevistas com ícones da MPB de seu acervo pessoal.
 
SÁBADO - 20 DE AGOSTO
 
MÚSICA
FANFARRA BLACK CLUBE
15H
Em sua estreia o carnaval do Rio em 2014, a banda arrastou mais de dois mil foliões pelas ladeiras de Santa Teresa. De lá para cá, a Fanfarra Black Clube vem se apresentando constantemente nas ruas e nos palcos da cidade, tornando-se uma das principais bandas do movimento “neofanfarrista” carioca. Com seu repertório variado, Fanfarra Black Clube passeia por todo o espectro da black music nacional e internacional, desde clássicos dos anos 70 até hits atuais.
 
ARTES VISUAIS
EXPOSIÇÃO #O TEMPO NARRADOR
9h
A exposição #O Tempo Narrador conta com a participação de artistas, que desenvolvem trabalhos com diversas mídias contemporâneas: todas as obras apresentadas dos 17 artistas escolhidos refletem sobre a questão do TEMPO.
 
PROJEÇÃO MAPEADA MULTITEMPO
17h
Instalação interativa encomenda especialmente pelo Sesc RJ em comemoração aos 15 anos do Festival Sesc RJ de Inverno.  

INFANTIL
SARAU CIRANDINHAS BEBÊ E COMPANHIA
16H
As apresentações são pensadas para atender o público de bebês de três meses a 1 ano de idade, e seus acompanhantes adultos. Oferecer canções de qualidade e mostrar aos pequenos que a música é produzida por instrumentos, e não pela caixa de som, são alguns dos objetivos do grupo. O show Sarau dos Passarinhos traz canções de compositores como Vinícius de Moraes e Geraldo Azevedo, além de cantigas tradicionais infantis, todas elas inspiradas nos bichinhos que voam: sabiás, pombinhas, pintinhos e muitos outros pássaros.

ARTES CÊNICAS
NORDESTINOS
19H30
 
Quatro atores, quatro diferentes histórias que se ligam pela origem geográfica e afetiva em comum, o Nordeste brasileiro, a partir de depoimentos reais que são a matéria prima, o manancial de onde emergirão vários personagens e suas trajetórias de migrantes de suas terras para as “cidades dos sonhos”.
 
Direção: Tuca Andrada
Dramaturgia: Walter Daguerre
Argumento e Idealização: Alexandre Lino
Elenco: Alexandre Lino, Erlene Melo, Paulo Roque e Rose Germano
Stan-in: Natália Régia
 
LITERATURA
OCITOCINA - CONTE-ME UMA HISTÓRIA COM MARIBEL BARRETO
11h
O Ocitocina Ateliê é um projeto familiar de criação artística que dispõe dos saberes desenvolvidos os últimos 20 anos de trabalho com arte. Nosso foco é produção de brinquedos e objetos feitos à mão, produção de conteúdo, contação de histórias, oficinas de trabalhos manuais para crianças, jovens, adultos e educadores.
 
LITERATURA
LANÇAMENTO DO LIVRO “O CASTELO AO LADO”, DEEDITH LACERDA + SENSIBILIZAÇÃO LITERÁRIA
11H
A autora Edith Lacerda lança seu novo livro “O castelo ao lado”. Ilustrado por André Côrtes, o livro fala sobre a experiência de ser criança num tempo sem tecnologia. A obra conta a história de um grupo de primos, de diferentes idades e níveis de peraltice, que moram no bairro da Urca, no Rio de Janeiro. Do lado de lá do muro tem um castelo misterioso. Mas, do lado de cá, pulsa um quintal vasto e convidativo, cheio de surpresas, estripulias e brincadeiras. E tem também, claro, muita especulação sobre os segredos do prédio vizinho. Será que lá dentro mora uma donzela adormecida? Será que tem dragão? E feitiço, índio, leão, bruxa de nariz enrugado?

 
OFICINA DE HIP HOP LITERÁRIO | COM MAURO VIANA
14H
Hip-Hop Literário é um projeto cultural que transporta a literatura brasileira para o universo dos rappers. As oficinas são consubstanciadas pelas obras de Carlos Drummond de Andrade, Clarice Lispector e Cecília Meirelles. Estudadas, avaliadas e interpretas, as obras serão a atração principal da culminância da oficina As poesias destes autores serão a base para batalhas de rima. Hip-Hop Literário, é portanto, conhecimento, estudo e mergulho no universo literário brasileiro.
 
DOMINGO – 21 DE AGOSTO
 
INFANTIL
MPBABY
16H
Espetáculo interativo onde bebês e suas famílias são convidados a embarcar no universo das águas, elemento que gera vida e nos embala desde o ventre materno, que traz lembranças, inspira sonhos, flui e se renova. O público participa ativamente na execução de brincadeiras cantadas, exploram sons, instrumentos e vivenciam diferentes estímulos sensoriais. A equipe é composta pelo músico e compositor Rodrigo Scarcello e pela arte-educadora Ana Paula Moreira. O público alvo são crianças de 6 meses a 4 anos
 
ARTES CÊNICAS
BILAC VÊ ESTRELAS
19H30
O musical, com composições de Nei Lopes, é baseado no livro ‘Bilac Vê Estrelas’, de Ruy Castro, e traz personagens históricos como o poeta Olavo Bilac e o jornalista José do Patrocínio como dois amigos que enfrentam a cobiça de uma espiã sobre uma criação sua. O espetáculo tem direção de João Fonseca. Trilha sonora original de Nei Lopes recebeu os prêmios da APTR e Shell.
 
MÚSICA
CLARICE FALCÃO - SHOW O PROBLEMA É MEU
20H30
A cantora, compositora, escritora, atriz e roteirista pernambucana Clarice Falcão apresenta o show de lançamento de seu segundo disco, "Problema Meu" (2016). O disco conta com "Banho de Piscina", assinada por João Falcão, pai de Clarice. Além da faixa já citada, no palco Clarice canta canções novas como "Irônico" e "Eu Escolhi Você", que inspira o título da obra, além de músicas de seu primeiro álbum, "Monomania". A banda é formada por baixo, bateria, guitarra e teclados /programação.

Comente esta notícia

Voltar Mais Notícias Buscar Notícias Topo





Topo

Site Turístico da cidade de Teresópolis com informações atualizadas.

Encontre hotéis, restaurantes, imobiliárias, programação do cinema, eventos e muito mais!